Governador RODRIGO ROLLEMBERG exonera denunciantes e protege corruptos!

Senador,Hélio José (PMDB-DF)
O senador Hélio José (PMDB-DF) se manifesta com indignação e repudia a postura do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), de exonerar quadros do GDF, partícipes dos áudios vazados pela imprensa, gravados por Marli Rodrigues, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde do DF (SindSaúde-DF).
Para o parlamentar, as exonerações do ex-ouvidor do gabinete da Vice-governadoria, Valdecir Marques de Medeiros, do jornalista da Secretaria de Turismo Caio Barbiere, refletem uma clara “inversão de valores”, por parte do governador do DF.
Hélio José lembra ainda a exoneração do cargo de assessor Jurídico-Legislativa da Secretaria de Segurança Pública e Paz Social, do delegado e vice-presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do DF (Sindepo), Rafael Sampaio, exonerado após encabeçar a criação de uma força-tarefa de delegados aposentados, que devem atuar voluntariamente na condução das investigações da CPI da Saúde do DF.
“Repudio veementemente as ações por parte do governador do DF, Rodrigo Rollemberg. A postura esperada para um chefe de Estado diante de um escândalo dessa natureza é que exonerasse imediatamente o secretário de saúde Humberto Lucena, o Marcelo Nóbrega e os principais nomes envolvidos nesses esquemas por parte do governo. Mas o que assistimos foi exatamente o inverso. O governador adota uma postura de retaliação e perseguição aberta àqueles que trouxeram o escândalo à tona, como se tivesse algo a esconder.”.
Organizações Sociais, as quais o parlamentar é contra, faz com que o parlamentar lembrou ainda uma denúncia apresentada na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a Saúde do DF, na Câmara Legislativa do DF (CLDF), da nomeação, por meio da Portaria nº 204 de 19 de agosto de 2015, assinada pelo ex-secretário de Saúde, Fábio Gondim, de quatro ‘supostos’ servidores da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), de um total de sete, que compõem o Grupo de Trabalho que tem por finalidade, “analisar o modelo de gestão do SUS-DF e o modelo de atenção à saúde, bem como para propor mudanças com vistas à descentralização da gestão em saúde e organização das Redes de Atenção à Saúde.”.
Hélio José lembra que entre os nomes está o de Renilson Rehem, diretor do Instituto do Câncer e Pediatria Especializada (ICIPE), organização social que gere o Hospital da Criança de Brasília José de Alencar (HCB), membro do Conselho de Saúde do DF (CSDF), além de presidente do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (OSs).
“As nomeações desses quatro consultores, precisam ser esclarecidas pelo governador Rollemberg e pelo ex-secretário de Saúde, Fábio Gondim, afinal a portaria é clara ao mencionar que se tratavam de servidores da Saúde quando não o são. O esclarecimento dessas irregularidades, das nomeações denunciadas à CPI da Saúde do DF e ao Ministério Público do DF [e Territérios (MPDFT)], pode revelar o real motivo de Rollemberg insistir na questão das OSs. A mim, parece que existe uma relação intrínseca de conflitos de interesses, que precisa ser esclarecida.”.
CPI da Saúde
O senador observou ainda que está avaliando a possibilidade de solicitar a abertura de uma CPI também no Senado Federal, para cobrar explicações por parte do GDF, sobre o caos da Saúde no DF, já que grande parte das verbas da saúde são provenientes das Emendas Parlamentares e do Fundo Constitucional do Distrito Federal – FCDF, tão logo retorne as atividades no Congresso Nacional.

Fonte:ASCOM SHJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo