Detran leva educação de trânsito para jovens no Cine Brasília

Detran leva educação de trânsito para jovens no Cine Brasília
O documentário Bicicletas versus Carros é exibido em sessão exclusiva para estudantes
Dentro da programação Maio Amarelo, o Departamento de Trânsito do DF realizou, na manhã de segunda-feira (9), a 2ª edição do Cine Detran, exibindo o premiado filme “Bikes vs Cars”, produzido pelo jornalista, autor e diretor sueco, Fredrik Gertten. Cerca de 510 estudantes dos Centros Educacionais de Ensino Médio CED-619 e CED-123, de Samambaia Sul, CEM-414, de Samambaia Norte, e o CEDLAN, do Lago Norte, assistiram à sessão que teve duração de 90 minutos, na sala do Cine Brasília.
Esta é uma das ações educativas que o Detran está promovendo e contempla o cronograma de atividades do Maio Amarelo, movimento mundial de respeito à vida no trânsito, da qual o órgão aderiu pelo segundo ano consecutivo. Os alunos que participaram da ação receberam uma sacola com material educativo de trânsito e um lanche. Eles foram acompanhados por professores das escolas, representantes de secretarias do GDF e pela equipe de Educação no Trânsito do Detran.

O professor Elvis Domingues, da Diretoria de Ensino Médio da Secretaria de Educação, acompanhou a ação educativa e falou da importância da conscientização dos jovens, visto que são do 3º ano e daqui a pouco estarão tirando suas carteiras de habilitação, muitos inclusive já tiraram.
“Daqui a pouco eles estarão nas ruas dirigindo e é muito importante que os novos motoristas aprendam a respeitar não só a sinalização em relação ao ciclista, mas o próprio ciclista. O ciclista não é um problema, é uma solução. Cada ciclista na rua é um carro a menos, fora a poluição e o estresse. Nós apoiamos o Maio Amarelo”, disse o professor.
A representante da Assessoria da Coordenação de Áudio Visual da Secretaria de Cultura, Ilane Nogueira, destacou a importância dessa iniciativa do Detran e a qualidade do filme que agrega questões relacionadas à educação no trânsito e à convivência em relação às bicicletas.  “Ficamos muito felizes por esse olhar do Detran em relação à mobilidade”.
Para Ilane, essa ação é extremamente significativa porque a partir dela, pode-se criar e construir pessoas com o olhar diferenciado em relação ao trânsito. “Estamos preocupados muitas vezes com os nossos direitos e esquecemos dos deveres e, principalmente, do que é preciso mudar em relação a essa convivência pacífica que queremos para o trânsito.”
Para saber a opinião dos estudantes, o Detran aplicou um questionário que foi respondido por eles em duas etapas: antes e depois de assistirem ao documentário. O objetivo é identificar efetivamente o resultado da ação educativa, já que as perguntas tratam do olhar dos jovens para a questão da mobilidade.
 “Achei interessante porque alerta a gente sobre os perigos do trânsito quando se é ciclista e porque aborda a poluição produzida pelo excesso de carro. Isso incentiva a gente a procurar meios alternativos e ajudar a população em si, porque quando  ajudamos o meio ambiente, a gente está se ajudando.” Assim avaliou o estudante Afonso Henrique de Almeida, 17 anos, do CEM-414 de Samambaia Norte.
“Eu achei muito importante saber do respeito que motoristas e ciclistas precisam ter um com outro”, disse o estudante Andrei Lima dos Santos, 18 anos, do CED-123 de Samambaia Sul.
Próximas edições
As próximas exibições do documentário “Bikes vs Cars” acontecerão nos dias 12, 18 e 25 de maio, totalizando cinco ações do Cine Detran durante o Maio Amarelo de 2016. A estimativa é de que pelo menos 2.500 estudantes tenham a oportunidade de assistir o filme e serem estimulados a pensar a mobilidade urbana com uma responsabilidade capaz de envolvê-los como cidadãos.
Sobre o “Bikes vs Cars”
“Apesar da dicotomia “bicicletas versus carros”, a produção não explora a guerra por espaço, mas como a indústria automobilística influencia nas políticas públicas das cidades e como a bicicleta começa a mudar uma parte desse jogo.
São Paulo tem um papel importante no documentário. Gravado entre 2012 e 2014 na cidade, Gertten registrou a eleição do prefeito Fernando Haddad (PT) e o início das transformações pelas quais a capital paulista passou.
Também compõem o documentário as cidades de Los Angeles (EUA), com sua luta por mais espaços para bicicleta; Toronto (Canadá) e o seu prefeito que está tirando algumas das ciclovias; e Copenhague (Dinamarca), referência internacional em mobilidade por bicicleta.
Assessoria de Comunicação

Departamento de Trânsito do Distrito Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo