Movimento dos violeiros propõe criação de circuito nacional de música caipira

Durante seminário em Brasília, nesta semana, artistas, produtores e pesquisadores traçam estratégias para fortalecer a divulgação e aprimorar a relação com as novas tecnologias de comunicação 
A música e a viola caipira despontam entre as mais tradicionais manifestações da cultura popular brasileira. Apesar da forte ligação com as raízes históricas, os violeiros do presente estão atentos ao futuro e se mobilizam para manterem destaque no cenário artístico nacional. De terça-feira a quinta-feira (23 a 25 de fevereiro), em Brasília, músicos, produtores, pesquisadores e outros atores do segmento cultural participarão da segunda etapa do Seminário Nacional Funarte Cadeia Produtiva da Música e Viola Caipira. Entre os destaques do evento, figura a proposta de criação de um circuito nacional de shows e o debate em torno de estratégias para aproveitamento das novas tecnologias de comunicação.

Como resultado dos três dias de discussões, será formulado um documento com propostas efetivas de criação de políticas públicas para a área, contribuindo para o fortalecimento do movimento nacional de violeiros. “Queremos criar um circuito nacional de música e viola caipira. Precisamos ampliar esse mercado de trabalho e oferecer oportunidades de visibilidade para músicos e produtores que atuam neste contexto cultural. Em termos de produção fonográfica, bem como na realização de shows, temos uma das maiores cadeias produtivas do Brasil. No entanto, ainda é bastante reduzido o contingente de artistas qualificados com espaço na grande mídia”, diz Volmi Batista, representante da Associação Nacional dos Violeiros e Violeiras do Brasil (ANVB), organizadora do seminário.

A relação da música e da viola caipira com o novo universo de tecnologias de comunicação também estará no foco do encontro. Para discutir o tema e definir estratégias de atuação, foram convidados nomes como Hamilton Carneiro, produtor e apresentador de tevê (SBT/Goíânia), Luiz Rocha (TV e Rádio Câmara) e Gustavo Vasconcelos, representante da GRV, empresa que se dedica ao estudo da distribuição fonográfica no Brasil e no mundo. 
“O seminário está realmente interessado em se aprofundar o máximo possível nas questões envolvendo essa cadeia produtiva para que tenhamos como resultado a elaboração de um documento consistente, que sirva de base para conscientização do poder público e da iniciativa privada, que não têm considerado devidamente a arte da música da viola caipira. Precisamos ingressar fortemente no sistema de divulgação que inclui a telefonia móvel, os aplicativos, a internet e a publicidade de forma geral”, diz Volmi Batista, também violeiro e produtor musical.

A programação do seminário, que teve a primeira etapa realizada em dezembro, prevê três dias dedicados às plenárias e aos trabalhos em grupo, que darão origem ao documento de ações e propostas do movimento. Essas atividades ocorrerão na Pousada dos Angicos, próximo a  Brazlândia, com a participação de cerca de cem convidados, entre artistas consagrados, como Pereira da Viola e a dupla Zé Mulato e Cassiano, além de pesquisadores e produtores musicais de diversos estados do país. Na quarta-feira (24 de fevereiro), às 19h, na Sala Cássia Eller, no Complexo da Funarte, um ato público, com a presença de autoridades governamentais, apresentará as proposições originárias do evento. Será o único momento aberto à participação popular, com entrada franca e apresentação de roda de violeiros. Os organizadores prometem uma noite de imersão na cultura caipira, com coquetel típico e muita boa música.
 Seminário Nacional Funarte Cadeia Produtiva da Música e Viola Caipira – 2ª etapa
Quando: de terça-feira a quinta-feira (23 a 25 de fevereiro de 2016)
Onde: Pousada dos Angicos (Incra 8, Brazlândia) e Sala Cássia Eller (Complexo da Funarte, ao lado da Torre de TV)
PROGRAMAÇÃO DETALHADA
Terça-feira 23/2/2016

ABERTURA: histórico e memória das atividades e conquistas realizadas. Pereira da Viola
MESA 1: panorama da Cadeia Produtiva da Música e Viola Caipira no Brasil.
Objetivo: promover o debate sobre o panorama da cadeia produtiva, identificando e catalogando experiências e ações relacionadas à música e viola caipira no Brasil.
Abordagens a serem consideradas na mesa:
1. Produção – identificação das estruturas de produção existentes no Brasil (produtoras, entidades, órgão públicos com estrutura voltada para a viola caipira)
2. Mapa dos violeiros e violeiras – dados estatísticos para quantificação.
3. Mercado – mapeamento da estrutura de mercado voltado para a música caipira.
4. Eventos – levantamento das principais atividades relacionados à viola no Brasil.
Plenária – será feito um trabalho coletivo para a complementação dos dados.
Composição da mesa: Volmi Batista e Fabius Nunes da Silva
MESA 2: debate sobre o mercado musical, observando o consumo regional e nacional e a influência dos meios de comunicação.
Objetivo: promover o debate sobre o mercado nacional e regional de projeção da música de viola, tanto na comercialização como na distribuição, bem como debater a influência dos meios de comunicação e novas mídias.
Abordagens a serem consideradas na mesa:
1. Mercado musical – profundo debate sobre o mercado para a música, em especial para a música de viola, refletindo sobre as novas tendências do mercado, formas de comercialização e consumo musical.
2. Meio de comunicação e novas mídias – avaliar e levantar o espaço das mídias de comunicação convencional e novas mídias, visando analisar novos meios e espaços alternativos para fortalecimento da cadeia produtiva.
Composição da mesa: Gustavo Vasconcelos ( GRV Discos) e  Hamilton Carneiro (Programa Frutos da Terra - SBT)
Plenária – complemento das informações e debate sobre as apresentações feitas.                                                                                   
Quarta feira – 24/2/2016
 MESA 3: grupos de trabalho: promover reflexão da cadeia produtiva, visando detalhar os desafios e levantamento de estratégias para o fortalecimento da cadeia produtiva da música e viola caipira.
 Objetivo: promover o trabalho em grupos, para detalhar os desafios e estratégias, visando fortalecer o movimento da cadeia produtiva da música e da viola caipira. Os grupos de trabalho serão organizados pelas temáticas da nova organização da Associação Nacional.
 Abordagens a serem considerada na mesa: 
1. Formação e educação: Gisela Nogueira, Fabio Miranda, Victor Batista
2. Cultura caipira: Luiz Faria e Joacy Ornelas
3. Difusão e distribuição: Wilson Dias e Oswaldo Rios
4. Pesquisas: Gisela Mogueira
5. Departamento de comunicação: Bilora e Gustavo Guimarães
 Plenária – aprofundar a reflexão de cada grupo, fechando estratégias e ações.
 MESA 4: construção de propostas concretas de fortalecimento da cadeia produtiva da música e viola caipira.
Objetivo: levantar as propostas de fortalecimento da cadeira produtiva da música e viola caipira, visando propor uma agenda nacional de articulação de políticas públicas e apoios diversos.
 Metodologia – a mesa será composta para a apresentação das diversas propostas elaboradas, desde o primeiro encontro de violeiros e violeiras. Em seguida, será feita uma breve discussão em grupos para a complementação das propostas.
MESA 5: apresentação das propostas de fortalecimento da cadeia produtiva da música e viola caipira – Sala Cássia Eller – Espaço Cultural Funarte – com a presença de autoridades e convidados.
 Quinta Feira 25/2/2016
Encaminhamentos internos:
1 Assembleia da Associação – eleição da diretoria, estatuto, proposta de funcionamento, agenda.
2. Congresso Nacional da Música e Viola Caipira – agenda, encaminhamentos práticos.
3. Avaliação do seminário. Fonte: Assosiação dos violeiros
Assessoria de imprensa: Fernando Brito - 9951-9375
Blog: www.seminarioviola.blogspot.com
www.facebook.com/Seminário-Nacional-Funarte-554789768010338/?fref=ts 
CRÉDITO DAS FOTOS:  Alexandre Almeida/Janela Aberta Filmes/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo