Explosão no centro histórico de Istambul deixa mortos e feridos


País está em estado de alerta desde os atentados de Ancara no ano passado
Uma explosão foi registrada nesta terça-feira (12), no bairro turístico de Sultanahmet, em Istambul, na Turquia. Segundo fontes da imprensa local, dezenas de pessoas ficaram feridas e estão sendo transferidas para hospitais nas proximidades.
De acordo com informações da rede CNN, pelo menos dez mortos já foram contabilizados.
Segundo a emissora TRT, Forças de Segurança acreditam que pode se tratar de um atentado suicida. As autoridades não comentaram a hipótese até o momento.
 Atentado em manifestação deixa dezenas de mortos na Turquia

Testemunhas e um oficial de polícia relataram ter visto partes de corpos espalhadas pelo local após a explosão.
A detonação, violenta, foi ouvida e sentida na Praça Taksim, a vários quilômetros de Sultanahemet, disse a testemunha à agência de notícias AFP.
Várias ambulâncias e viaturas da polícia chegaram rapidamente ao local onde se deu a explosão, segundo imagens que os canais de televisão turcos estão transmitindo.
A área foi isolada pela polícia e o trânsito proibido nas ruas próximas como medida de precaução, acrescenta a cadeia de televisão CNN-Turquia.
Um policial que trabalha na cena do atentado afirmou que a polícia está tomando precauções contra uma possível segunda explosão, segundo informou o portal RT. 
O portal The Independent informou que o governo turco proibiu as emissoras do país de noticiarem a explosão.
O co-líder do partido curdo HDP (Partido Democrático dos Povos), Selahattin Demirtaş, expressou suas condolências às famílias das vítimas que perderam suas vidas na explosão.
Turistas
Sultanahmet, o centro histórico de Istambul, é o local onde ficam alguns dos maiores pontos turísticos da cidade, como o Palácio de Topkapõ e a Mesquita Azul. A região costuma aglomerar centenas de turistas.
Diversos vídeos publicados na internet mostram o caos que tomou conta do local após as explosões. Um deles mostra a população desvirando um carro da polícia que foi virado de lado com o impacto da bomba.
Incêndio
Em outro distrito de Istambul, Maltepe, um hotel está em chamas. De acordo com testemunhas relatadas pelos meios de comunicação turcos, haveria pessoas presas no local. O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, está em uma reunião de emergência sobre como lidar com a situação após a explosão.
A Turquia continua em estado de alerta após, no ano passado, 103 pessoas morrerem e outras mais de 500 ficarem feridas em decorrência de uma explosão em uma estação de trens em Ancara.
Na ocasião, duas bombas explodiram pouco antes de ter início uma marcha para denunciar a crescente onda de violência entre milícias curdas e as forças de segurança turcas.
Caminhões-bomba deixam 22 mortos em cidade síria dominada pelos curdos
O país vem registrando diversos episódios de violência nos últimos meses, tanto por parte dos jihadistas do Estado Islâmico, quanto em decorrência de confrontos entre militantes do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) e forças de segurança do governo.
O conflito entre os dois lados já dura anos, com o partido exigindo a independência do Curdistão. Contudo, a legenda é considerada uma organização terrorista pela Turquia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo