Caminhoneiros protestam em mais de 40 pontos de estradas federais, diz PRF

travou dezenas de rodovias federais desde a madrugada desta segunda-feira (9) em pelo menos dez Estados. Segundo balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal), divulgado às 15h, 41 pontos de manifestações haviam sido registrados.
Os protestos aconteceram na Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Tocantins.
Na maioria desses locais, o tráfego de caminhões estava bloqueado. Apenas carros de passeio, veículos de emergência e cargas perecíveis podiam passar pelas barreiras montadas.
Caminhoneiros fecharam a marginal Tietê, em São Paulo, durante a manhã. A pista expressa foi totalmente bloqueada no sentido Ayrton Senna, causando 10 km de congestionamento. A onda de protestos é encabeçada, principalmente, pelo Comando Nacional do Transporte. Os motoristas reivindicam redução no preço do óleo diesel, uma tabela de preços mínimos para o frete e a saída da presidente da República, Dilma Rousseff, do poder.
Várias entidades que representam o setor se manifestaram contra esse movimento e veem interesses políticos por trás dessa paralisação. Para o Sindicam-PA (Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Bens no Estado do Pará),a greve é organizada "por pessoas que não fazem parte da categoria e estão aproveitando o momento de dificuldade que o País passa". A onda de protestos é encabeçada, principalmente, pelo Comando Nacional do Transporte. Os motoristas reivindicam redução no preço do óleo diesel, uma tabela de preços mínimos para o frete e a saída da presidente da República, Dilma Rousseff, do poder.
Várias entidades que representam o setor se manifestaram contra esse movimento e veem interesses políticos por trás dessa paralisação. Para o Sindicam -PA
(Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Bens no Estado do Pará), a greve é organizada "por pessoas que não fazem parte da categoria e estão aproveitando o momento de dificuldade que o País passa".
Já a Fetrabens (Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Cargas em Geral do Estado de São Paulo) diz que "os problemas que afetam a categoria são muitos e que, para resolvê-los, é preciso coesão e sabedoria".
Confira trechos de rodovias que registraram atos de caminhoneiros nesta segunda-feira:
Bahia
BR-407, em Capim Grosso (km 230) e em Juazeiro (km 2)
BR-116, em Feira de Santana (km 415)
BR-242, em Barreiras (sem bloqueio de pista)
Espírito Santo
BR-101, em Iconha (sem bloqueio de pista)
Goiás
BR-040, em Luziânia (km 12)
 Fila de caminhões durante protesto na BR-381, em Igarapé (MG)
   Uarlen Valério/O Tempo/Estadão Conteúdo 
BR-364, em Jataí (km 196 e km 198)
BR-153, em Anápolis (km 430)
Minas Gerais
BR-381, em João Monlevade (km 359); em Igarapé (km 513)
BR-262, em Igaratinga (km 412)
BR-040, em Conselheiro Lafaiete (km 627)
Paraná
BR-376, em Apucarana (km 245); em Nova Esperança (km 133) e em Paranavaí (km 111)
BR-153, em Ibaiti (km 111)
BR-476, em União da Vitória (km 358)
Pernambuco
BR-407, em Petrolina (km 130)
Rio Grande do Norte
BR-304, em Mossoró (km 52)
Rio Grande do Sul
BR-285, em Ijuí (sem bloqueio de pista)
BR-116, em Camaquã, em Vacaria e em Pelotas (sem bloqueio de pista)
BR-101, em Três Cachoeiras (sem bloqueio de pista)
BR-386, em Tabaí e em Sarandi (sem bloqueio de pista)
BR-285, em Mato Castelhano, Entre Ijuís e em Pelotas (sem bloqueio de pista)
BR-472, em Santa Rosa (sem bloqueio de pista)
Rio de Janeiro
BR-101, em Barra Mansa (km 273)
Santa Catarina
BR-280, em São Bento do Sul (km 122,8)
BR-116, em Papanduva (km 54); em Campos Novos (sem bloqueio de pista) e em Santa Cecília (km 138,5)
Tocantins
BR-153, em Colinas do Tocantins (km 240)
Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo