Terceirizados no GDF, Sem Salários, Ampliam a Greve

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Oliveira Silva
Na manhã desta quinta-feira (15), um dia após o governador do Distrito Federal (DF) Rodrigo Rollemberg declarar à imprensa que pagou as verbas devidas para as empresas terceirizadas contratadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF).
A presidente Maria Isabel Caetano dos Reis e o assessor jurídico Jomar Moreno, do Sindiserviços-DF, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados no Distrito Federal (DF), participaram de reunião solicitada pelo deputado distrital Chico Vigilante (PT/DF) junto ao secretário Adjunto de Relações Institucionais e Sociais do DF, Manoel Alexandre.Também estiveram presentes no encontro, que ocorreu no Palácio do Buriti, os dirigentes do sindicato patronal e os representantes das empresas Juiz de Fora, Servegel, Apecê e Dinâmica. O advogado do Sindiserviços-DF informou ao secretário-adjunto que milhares de trabalhadores terceirizados na limpeza, conservação, merendeiras e apoio geral em hospitais, postos de saúde, escolas, administrações regionais e demais repartições do GDF, estão em greve devido à falta do pagamento dos salários, tíquete alimentação e vale transporte que deveriam ter sidos pagos desde o ultimo dia 07 de outubro (quinto dia útil do mês). Jomar, destacou que as empresas Servegel, que pagou parte dos seus trabalhadores, Ipanema e Real JG pagaram os trabalhadores, mas descontaram cinco dias de greve. A presidente do Sindiserviços-DF ressaltou que a situação de milhares de pais e mães de família empregados das empresas contratadas pelo GDF
e que recebem em média R$ 952,22 de salário e R$ 405,00 de tíquete alimentação “é estrema e sem o salário e o beneficio, muitos estão passando fome juntamente com seus familiares, alem das contas atrasadas e que deverão pagar pesada carga de juros que não serão assumidos por ninguém, apenas com seus limitados rendimentos”, disse. patrões Os representantes patronais alegaram que não vêm recebendo em dia as parcelas devidas pelo governo e que já não dispõem de condições para pagar seus empregados. Alguns reclamaram também, que não recebem às repactuações referentes aos reajustes dos trabalhadores do ano passado e deste ano.
 Nova Reunião Diante do impasse e, conforme alegou o secretário Adjunto de Relações Institucionais e Sociais do DF, a falta de um diagnostico mais realista sobre a realidade de cada contrato junto às secretarias de Saúde, Educação e Planejamento, ele solicitará um levantamento das secretarias e marcará nova reunião ampliada até a segunda-feira (19), reunindo o Sindiserviços-DF, os empresários e os respectivos representantes das secretarias contratantes. Greve Continua
            Como os trabalhadores continuarão sem salários e benefícios, a presidente do Sindiserviços-DF informou que a greve continuará e, como disse, “com maior intensidade, pois os trabalhadores terceirizados estão indignados com tanto sofrimento para receber seus direitos”, finalizou.  Alguns Setores em Greve e Empresas que Atendem  
Contratante Secretaria de Saúde
– Empresa Apecê Serviços Gerais
* Hospital do Gama
* Hospital de Santa Maria
* Instituto de Saúde Mental – Recanto das Emas
Contratante Secretaria de Saúde
 – Empresa Dinâmica Serviços
* Hospital de Planaltina
* Hospital de Sobradinho
* Hospital Regional da Asa Norte – Hran
* Hospital do Paranoá
* Hospital de Apoio
Contratante Secretaria de Educação
– Empresa G & E Eventos
·          Atende com cozinheiras em sete Regionais de Ensino
– Empresa Juiz de Fora
·         Atende com auxiliares de serviços gerais em sete Regionais de Ensino
Contratante Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento – Seplan

 – Servegel e Real JG – atendem vários órgãos do GDF.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo