CVT aprova o fim da frisagem em pneus

A Comissão de Viação e Transportes aprovou nesta quarta feira parecer da Deputada Clarissa Garotinho ao PL 7038/2014 proibindo a frisagem de pneus.  A “riscagem”, como é popularmente conhecida, nada mais é do que realizar novos sulcos em pneus já desgastados para garantir a aparência de novo.
A frisagem diminui a camada de borracha comprometendo a estrutura do pneu, fazendo com que o mesmo perca sua estrutura e estoure com mais facilidade.
Além do risco de estourar ocorre a perda de atrito entre o pneu e o asfalto. A frisagem do pneu refaz as ranhuras mas não recupera a borracha desgastada, contribuindo significativamente para a perda de aderência. Os frisos dos pneus vindo das fábricas são milimetricamente calculados em espessura e profundidade para garantir aderência ao asfalto e eliminação da água da chuva evitando a “aquaplanagem”, coisa que não acontece nas borracharias que fazem a frisagem de pneus.

Vale ressaltar que já existem no mercado nacional pneus que são preparados para receber a “ressulcagem”. Estes produtos vêm com uma camada extra de borracha para que o reaproveitamento possa ser feito sem comprometer a sua estrutura. Para estes pneus a frisagem está permitida.
“A prática da frisagem faz apenas uma maquiagem em um pneu já desgastado. Com esta alteração na Lei damos um passo importante para a melhoria na segurança no trânsito.” disse a Deputada.
O Projeto agora vai para a CJJ e depois para o senado.

Fonte :ctt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo