Caminhada no Parque da Cidade destaca o Dia Mundial de Conscientização da ELA

Em 2014, por meio da campanha do Desafio do Balde de Gelo, o mundo conheceu a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). Uma “brincadeira” que massificou a existência da doença no mundo. O Brasil ficou em 6° lugar no ranking da campanha Ice Bucket Challenge.
Com o objetivo de conscientizar e informar sobre essa doença rara, neurodegenerativa, altamente incapacitante, com altos custos de tratamento e de difícil diagnóstico.
Neste domingo(21) a Associação Pró-Cura da ELA reuniu, aproximadamente 80 pessoas. Eram eles pacientes, familiares, amigos e profissionais de saúde. Todos fizeram uma caminhada para destacar o Dia Mundial de Conscientização da ELA no Parque da Cidade Sarah Kubistchek.
Por se tratar de uma doença de alta complexidade, Sandra Mota, presidente da Pró-Cura da ELA, explica que as pessoas com Esclerose Lateral Amiotrófica-ELA convivem com muitos desafios que se iniciam desde a demora no diagnóstico, dificuldade de acesso e a permanência nos centros de referência, até a busca por profissionais qualificados para realização do tratamento, que é permanente.
Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA)
A ELA é uma doença neurodegenerativa progressiva e fatal, caracterizada pela degeneração dos neurônios motores – as células do sistema nervoso central que controlam os movimentos voluntários do corpo. No País, a prevalência da doença é, em média, de 15 mil pessoas. A incidência é de 1 a 2,5 para 100 mil habitantes.

Fotos: Facebook Pró-Cura da ELA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo