Sobre a mobilidade urbana em Taguatinga

Nossas avenidas devem ser destinadas aos pedestres e bicicletas, caso contrário morre o comércio e tudo o mais. O eixo oeste aprovado por uma Lei distrital baseado em BRT é o fim da cidade, pois transforma a Av. Comercial, a Av. Samdu e a Av. Central em corredor de ônibus expresso.

 Sobretudo a Av. Comercial é a única alternativa no DF ao comércio de Shopping, que é cada vez mais enjoativo, caro e artificial. O comercio de rua (não confundir com comercio ambulante) é a melhor característica de nossa cidade. Passear pelas ruas, com segurança e encontrar as pessoas é o que de mais prazeroso uma cidade pode fornecer aos seus moradores. O comércio é consequência de tudo isso.

Para começar, a mudança cultural, vamos defender a redução da velocidade na Av. Comercial, Samdu e Central para 50km/hora. Procurem fazer um teste e vejam que é muito mais seguro e respeitoso andar nessa velocidade máxima. Andar a 60km/hora em ruas movimentadas, apertadas, com muitos pedestres e motociclistas é criminoso, inclusive já perdi vários amigos atropelados.

Além de tudo isso, andar a pé e de bicicleta é saudável para a maioria das pessoas. Temos defendido a cidade com qualidade de vida, também no aspecto do relacionamento humano e para tal, precisamos humanizá-la. 
Opinião do leitor

Dr: julio Carneiro

O exemplo das ciclovias de Nova Iorque para o comércio de rua

(17/05/13)  As bicicletas estão cada vez mais associadas à devolução da sustentabilidade e da qualidade de vida às cidades. Desta vez, o exemplo vem de Nova Iorque, que serve de referência e dita as tendências para todo o planeta. Além de indicar o início de uma mudança no comportamento das pessoas, que estão deixando seus carros em casa e recorrendo cada vez mais às bicicletas, a metrópole novaiorquina mostra que o uso deste veículo não motorizado contribui tanto para a mobilidade urbana e redução da poluição como também para a dinamização do comércio de rua.

Um estudo recente do Departamento de Transportes de Nova Iorque, além de analisar questões de segurança e fluidez no trânsito, avaliou também como um tráfego bem planejado reflete no dinamismo da economia na cidade. A pesquisa apontou um aumento de 49% nas vendas em lojas de ruas após a construção da primeira ciclovia protegida dos Estados Unidos, na Nona Avenida em Manhattan, enquanto a taxa média de crescimento em todo o bairro foi de 9%.

A explicação é simples para este fato: É muito mais fácil visualizar, parar e comprar alguma coisa interessante se a pessoa estiver de bicicleta do que de carro ou ônibus. A informação foi publicada no blog Bike, Esporte, Transporte e Meio Ambiente.

Solução para as cidades

Embora seja uma realidade diferente, o caso de Nova Iorque mostra a preocupação com a mobilidade urbana e a busca por soluções que, obrigatoriamente, envolvem o estímulo ao uso de meios alternativos, como bicicletas e ciclovias. No caso de Nova Iorque, além de descongestionar, o uso de bicicleta mostra-se capaz até de fortalecer economias locais.

Seja em pequenas cidades ou em metrópoles já saturadas, o fato é que as ciclovias vêm sendo indicadas de maneira crescente para compor o conjunto de políticas públicas, visando complementar os meios de transporte e tornar o espaço urbano mais viável e sustentável.

Uma boa parcela da população de diversas cidades já usa a bicicleta, mas a busca por mobilidade tende a aumentar este fluxo em todo o mundo e também no Brasil. É claro que se trata de uma questão complexa, que envolve mudanças de comportamento, educação para introduzir na população esta nova cultura, conscientização e um conjunto de regras, fiscalização, segurança, sinalização e adequações.

Com o problema da saturação urbana, torna-se urgente aos órgãos públicos atender a essa necessidade com estudos, planejamentos, campanhas educativas e investimentos em infraestrutura para abrigar o fluxo de bicicletas em ciclovias interligando bairros, terminais de transporte coletivo, centros comerciais, industriais e de lazer, serviços públicos, escola, municípios de uma região, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo