Alunos da rede pública do DF plantam 100 mudas em parque da Asa Sul

    Ação faz parte do projeto "Tempo de Plantar", que prevê o plantio de 1,5 milhão de árvores nativas do Cerrado até final de 2014
 Mais de 400 crianças de cinco escolas da rede pública plantaram na manhã desta quarta-feira (20), no Parque de Uso Múltiplo da Asa Sul, 100 mudas de espécies nativas do bioma Cerrado, como parte da abertura do projeto "Tempo de Plantar", já em seu segundo ano. Ao todo será plantado 1,5 milhão de árvores nas áreas mais degradadas do DF até o final do próximo ano.


A ação contou com a presença do governador Agnelo Queiroz, que, com a ajuda de alunos do ensino especial, fez o plantio de uma árvore de Jatobá. A primeira semana de novembro entrou para o calendário oficial do DF como o período de mobilização pelo reflorestamento e recuperação do Cerrado.

"Esse é um momento especial para o presente e futuro do Distrito Federal. A meta do governo é mobilizar a sociedade para que todos façam parte dessa ação de fortalecimento do bioma do Cerrado, separando uma área de seu quintal para o plantio de mudas nativas", afirmou Agnelo.


Participaram da ação alunos do Centro de Ensino Especial de Deficientes Visuais (CEEDV), Centros de Ensino Especial de Brasília números 1 e 2, Setor Oeste e Escola Classe da 316 Sul. "Nosso objetivo com a escolha dessas instituições de ensino foi a socialização, pois estão participando hoje do projeto estudantes dos ensinos médio e fundamental, além de crianças com deficiência. São públicos diferentes com o mesmo ideal que é a educação ambiental", disse a professora do Centro de Ensino Especial 1, Vera Lúcia Monteiro.


A atividade empolgou o jovem Rafael Moraes Gali, de 21 anos, que faz parte do Centro de Ensino Especial 1. "Gosto muito de plantar. Na escola aprendo também a colher, vender e fazer embalagens", ressaltou o estudante. Segundo a professora, além de aulas com o tema educação ambiental, também são ministrados cursos profissionalizantes que utilizam materiais recicláveis.


O presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Nilton Reis, afirmou que a próxima ação prevista no projeto é o mutirão que será realizado nos dias 6 e 7 de dezembro no Ribeirão Sobradinho. "Nesses dias, enfrentaremos o desafio de plantar dez mil mudas em apenas dois dias. Essa ação faz parte do projeto "Rio São Bartolomeu Vivo", que prevê o plantio de 215 mil mudas ao longo da bacia".


INICIATIVA – O projeto "Tempo de Plantar" foi lançado em 2012, com o plantio de 1,6 milhão de mudas, e, desse total, até o momento foram plantadas 500 mil. Essa é uma ação da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídrico (Semarh) e do Ibram, em parceria com a Terracap, Novacap, Adasa, Banco do Brasil e Secretaria de Agricultura.


Também está previsto, neste segundo ano do projeto, o plantio de 550 mil mudas na Floresta Nacional de Brasília, 166 mil no Parque Nacional de Brasília e 265 mil na área próximo à antiga Rede Ferroviária Federal, todos com recursos de compensações florestais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo