DE MOLHO, Justiça suspende contratos de renovação da frota de ônibus de duas bacias.



Segundo o juiz, a proposta do Consórcio Metropolitano não foi analisada durante a licitação.

O juiz titular da 21ª Vara Federal, Hamilton de Sá Dantas, suspendeu dois contratos de renovação da frota de ônibus do DF, referentes as bacias 3 e 4. De acordo com a decisão, “o Distrito Federal não analisou as propostas apresentadas pelo Consórcio Metropolitano e prosseguiu na licitação, descumprindo a decisão” judicial do dia 8 de abril. Os contratos só serão liberados depois que o Governo do Distrito Federal (GDF) analisar as propostas da empresa.

O Consórcio Metropolitano é uma das concorrentes no processo de licitação e entrou com a ação depois que o GDF a desabilitou para concorrer ao processo, por falta de documentação.

Na decisão, o Distrito Federal afirma que não há que se falar em descumprimento de ordem judicial, porque quando foi intimado da decisão os contratos das bacias 3 e 4 já tinham sido assinados.

A bacia 3 será operada pela consórcio HP-ITA, de Goiás. Terá uma frota de 483 ônibus e atenderá as regiões do Núcleo Bandeirante, Samambaia, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e Riacho Fundo II .

A região atendida pela bacia 4 ficará com a Auto Viação Marechal, do Paraná, e contará com 464 veículos para atender parte de Taguatinga, Ceilândia, Guará, Águas Claras e parte do Park Way.

A bacia 1 ainda está em disputa pela Consórcio Metropolitano e a Viação Piracicabana, de São Paulo. A frota será de 417 ônibus e atenderá as regiões de Brasília, Sobradinho, Planaltina, cruzeiro, Sobradinho 2, Lago Norte, Sudoeste/Octogonal, Varjão e Fercal.
 Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo