Carro de ex-jogador da seleção de vôlei é arrastado por enxurrada


Marcelo Negrão tinha ido buscar os dois filhos na sede social do São Paulo.
'Botei meus filhos pendurados nas costas', relatou o ex-jogador de vôlei.


Do G1 São Paulo
37 comentários
Um dos afetados pelo temporal que atingiu São Paulo na quinta-feira (14) foi o ex-jogador da seleção brasileira de vôlei Marcelo Negrão. Ele foi buscar os dois filhos na sede social do São Paulo Futebol Clube, no Morumbi, na Zona Sul de São Paulo, e acabou surpreendido pela enxurrada.
O carro dele foi arrastado pela força da água. "Botei os meus dois filhos pendurados nas costas e trouxe até aqui (um lugar mais elevado). Eles pegaram um táxi e foram embora, mas está cheio de gente ali ainda", disse, ainda durante a noite.
A sede social do São Paulo foi bastante afetada pela invasão da água: equipamentos foram destruídos e móveis revirados. Segundo o vice-presidente de esportes amadores do clube, Roberto Rhormens Alves, a água que invadiu o clube veio principalmente de um córrego vizinho. Com a força da água, um muro perto do portão 10 desabou.
"Tem o rio que passa ali do lado e o rio veio para dentro da parte social, onde acabou levando todos os móveis junto com ele. Levou computadores, parte da cozinha. Então, é a pior enchente que a genta já passou aqui no São Paulo Futebol Clube", disse Alves.
Levou computadores, parte da cozinha. Então, é a pior enchente que a genta já passou aqui no São Paulo Futebol Clube"
Roberto Rhormens Alves,
vice-presidente de esportes amadores do clube
Vizinho ao clube, o Colégio Visconde de Porto Seguro teve o estacionamento tomado pela água e suspendeu as aulas nesta sexta-feira.

Nas as ladeiras da Vila Madalena, a força da água arrastou carros que estavam estacionados por até 400 metros. E invadiu estabelecimentos comerciais, causando grande destruição e prejuízos.
“Nunca vi uma enchente como essa em 30 anos que estou aqui”, contou o comerciante Almir Rodrigues Novaes, de 60 anos.
Queda de árvores
Depois de uma noite de transtornos causados pelo temporal em São Paulo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava, no começo da manhã desta sexta-feira (15), problemas em dezenas de semáforos e árvores caídas em vias da cidade.
Uma das árvores caiu sobre três carros estacionados na Rua Vanderlei, altura da Rua Cardoso de Almeida, em Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo. Não havia passageiros nos automóveis e ninguém ficou ferido.
Parte da rua, no entanto, ficou sem luz. Os motoristas enfrentaram dificuldades para transitar na região por causa da árvore.
Uma árvore também bloqueou a calçada da Avenida Morumbi, sem atrapalhar o trânsito. Também havia registro de quedas na Rua João Cachoeira, na Rua Frei Caneca e na Avenida Queiroz Filho.
Falta de luz
A tempestade deixou sete bairros das zonas Sul e Oeste de São Paulo parcial ou totalmente sem energia elétrica entre o fim da tarde e início da noite, de acordo com a concessionária Eletropaulo. A falta de energia afetou os bairros Santo Amaro, Brooklin, Vila Olímpia, Morumbi, Pinheiros, Butantã e Lapa.
árvore cai chuva sp (Foto: Carlos Pessuto/Futura Press/Estadão Conteúdo)Queda de árvore no cruzamento das ruas 1822 e do Grito, no Ipiranga.  (Foto: Carlos Pessuto/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo