Secretaria de Transporte realiza operação em ônibus que circulam na cidade

Entorno de Brasilia

Na madrugada desta quarta-feira (30) foi agitada em Águas Lindas de Goiás, pois aconteceu um enorme operação para vistoriar os ônibus que circulam no município.
As reclamações do transporte público na cidade são constantes, os usuários reclamam da falta de segurança, dos atrasos e também do vale-transporte que é único em cada empresa.
Por isso, a Secretaria Municipal de Transporte, os agentes da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), juntamente com a Diretoria de Trânsito e Transporte vistoriaram em três horas mais de 50 veículos, onde 32 ficaram retidos.

                De acordo com o secretário de Transporte, Vicente Manoel, os veículos que ficaram retidos estão com documentação irregular, lacre de placa violado, extintor vencido, pneus carecas, tacógrafo sem registro, cadeiras quebradas, painéis destruídos e muito mais.
“Essa é apenas a primeira operação, nós vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para melhorar a qualidade do transporte em Águas Lindas. Nossa população merece ser bem atendida”, afirmou Vicente.
              Para o superintendente da SMT, Meideiros o número de apreensões só não foi maior porque os motoristas ao saberem da operação desviam de suas rotas, impossibilitando assim a vistoria de toda frota da cidade.
“Com a nossa ação, as empresas ficam pretubados, a população fica incomodada, mas no futuro vai ficar a gratidão pelo que estamos realizando hoje, pois tudo o que queremos é que o morador de Águas Lindas tenha segurança e comodidade ao usar o transporte público”, completou.
           
 O diretor de Trânsito e Transporte Ubiratan Sampaio, conhecido como Bira, afirmou que a operação acaba levando um pouco de transtorno para o usuário que tem que ir trabalhar, mas que tudo que está sendo feito é justamente pensando no usuário que vai ter acesso a um ônibus mais seguro.
           Geraldo Trigueiro da Silva, morador do setor Mansões Águas Lindas e trabalha em Águas Claras (DF), afirmou que a situação do transporte público na cidade é péssima. “Os ônibus quebram antes mesmo de chegar na Barragem, e os outros ônibus não socorrem os quebrados. A gente fica na BR, esperando a boa vontade de outos motoristas para seguir viagem”, reclamou.
            Já para o morador do Setor 09 que trabalha no Noroete (DF), Bartolomeu dos Santos, o pior é a quantidade de ônibus que é insuficiênte para o número de pessoas que precisam do transporte. “Aqui os ônibus quebram muito, e a gente fica refém de uma única empresa. Eu por exemplo, poderia chegar mais cedo em casa, mas como tenho o vale-transporte de uma empresa tenho que esperar o ônibus que aceita o meu vale”.

Saiba mais
Ao todo 32 veículos foram apreendidos, 16 da empresa Santo Antônio, 2 da Taguatur, 2 da Sagres, 4 da Vaztur e 8 microonibus da Cooptrap-ALG.
Por Fabiana Fernandes / Assessoria de Imprensa da Prefeitura
Fotos: Antônio Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo