Personalidades dão dicas para lidar bem com os sentimentos em 2013


O último Bem Estar de 2012 mostrou depoimentos e conselhos para 2013.
Veja dicas para se despedir da vergonha, tristeza, preguiça, medo e raiva.


Do G1, em São Paulo
1 comentário
No último dia do ano, o Bem Estar deu dicas para começar 2013 sabendo lidar com sentimentos ruins, como a vergonha, a tristeza, a preguiça, o medo e a raiva. Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern e a pediatra Ana Escobar, o pensamento positivo tem uma força que influencia em todas as decisões e contribui para seguir em frente.
O técnico da Seleção de Vôlei, Bernardinho, deu seu depoimento para quem quer se despedir da preguiça no ano que começa. Para ele, a preguiça é como um desperdício, de tempo, talento, vontade e também de sonhos. Para superar esse obstáculo, é importante ter disciplina – dessa maneira, a pessoa consegue conquistar um sonho e sentir prazer e satisfação ao realizar uma atividade, o que a faz ter força para continuar.
Para superar a vergonha, a dica veio do cirurgião plástico e professor Ivo Pitanguy. O primeiro passo é deixar um pouco o espelho de lado e olhar mais para dentro, para o interior. Segundo o cirurgião, o julgamento próprio é muito mais forte do que o julgamento que outras pessoas fazem. Para ele, o corpo está ligado ao espírito e a pessoa precisa entender que não pode mudar totalmente – tem que valorizar o que é.
Por outro lado, a dica da atriz Cissa Guimarães não é abandonar a tristeza, mas conviver com ela. Cissa perdeu o filho em um acidente no Rio de Janeiro há dois anos e meio e acredita que é importante dar espaço à tristeza porque é ela que abre caminhos para a alegria e faz a pessoa crescer.
A palavra de incentivo para se despedir de outros dois sentimentos, a raiva e o medo, veio do cardiologista Adib Jatene. Para driblar a raiva, a dica é ter equilíbrio e reagir de um jeito mais sereno às tensões da vida moderna como, por exemplo, o trânsito.
O médico acredita que se irritar com certas coisas é um desgaste desnecessário, ou seja, não adianta ficar nervoso porque o trânsito não vai andar. Já o medo é o oposto da fé, segundo Jatene, e as pessoas precisam acreditar sempre no que estão fazendo para evitar esse sentimento.
Além disso, os especialistas deram dicas para começar o ano com o pé direito, lembrando que nada se conquista sozinho e que a companhia de parentes e amigos é essencial para uma vida mais feliz e cheia de realizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo