Comercialização de motos no DF registra queda de 16,1% em 2012

Mercado de Motos

 Apesar da desaceleração nos emplacamentos de motocicletas em 2012, dezembro apresenta crescimento de,38,33% nas vendas em relação ao mês de novembro

 De acordo com levantamento do Sindicato de Concessionários e Distribuidores de Veículos do DF (SINCODIV/DF), foram comercializadas 13.922 unidades no ano passado, contra 16.593 unidades em 2011, o que representa uma retração de 16,1%. Apesar da queda, o mês de dezembro do último ano apresentou evolução nas vendas em relação ao mês de dezembro de 2011. Na comparação com dezembro de 2011, período em que 1.188 unidades foram vendidas, houve um crescimento de 4,8%. Comparado ao mês de novembro de 2012 – mês que contou com 900 emplacamentos de motocicletas – o crescimento foi de 38,33% no último mês de 2012. 
          


De acordo com Christian Montalvão, consultor do segmento de motos do SINCODIV-DF, a medida anunciada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que exige que motoboys e mototaxistas tenham um curso especial, além do uso de coletes reflexivos e placas reflexivas, quando entrar em vigor, pode interferir nas vendas. “A nova regulamentação ainda não começou a ser implantada, portanto, ainda não afetou a comercialização. Mas quando começar a valer pode afetar negativamente, pois trará uma formalidade aos motofretistas que hoje trabalham de outra maneira”, conclui.

Para que o mercado de motocicletas volte a prosperar, Montalvão diz que é necessário crédito. “Hoje o financiamento para motos está no pior nível da história. Com este credito, não vemos chances de melhora”. Ainda conforme o consultor, as baixas vendas provocaram demissões aconteceram no setor. Quanto à melhora das vendas em relação ao mês de novembro, Montalvão credita os bons números às “vendas ao governo que são realizadas pontualmente”. 


Ranking - A Honda se manteve na liderança do ranking das marcas mais vendidas em 2012 com 10.704 motocicletas emplacadas, o que corresponde a 76,9% da fatia do mercado no Distrito Federal. A Yamaha aparece na segunda colocação, com 1.132 unidades, cerca de 8% das vendas de motocicletas no último ano. Em terceiro lugar a Harley Davidson emplacou 531 motos no ano passado. Em quarto e quinto lugares aparecem, nesta ordem, Suzuki e Kazinski, com 526 e 328 motos comercializadas, respectivamente. As duas marcas, juntas, representam apenas 6,14% das vendas no último ano. 
serviço: 
assessoria do sindcavi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo