Mulher usa vídeo no YouTube para denunciar violência doméstica


Uma mulher da Malásia recorreu ao YouTube para provar que seu marido a agredia fisicamente e mentalmente. Amanda Fong Kim Yen, de 19 anos e grávida de dois meses, publicou um vídeo com cerca de 11 minutos no site, no qual é humilhada por Calven Chik Foo Keong. As imagens foram feitas pelo circuito interno da loja Amanda & Co, administrada pelo casal, e mostra uma discussão com o rapaz bem exaltado.
Mulher publicou fotografia mostrando seus machucados (Foto: Reprodução)Mulher publicou fotografia mostrando seus
machucados (Foto: Reprodução)
Na descrição do vídeo, publicado na última segunda-feira (3/09), a mulher explica que gostaria de compartilhar a experiência com qualquer pessoa “por aí”, afirmou que ficou um bom tempo chorando “histéricamente” e com dores abdominais, além de estar traumatizada pelo que ocorreu. Pouco depois do incidente, ela ainda postou um álbum de fotos no Facebook, no qual mostra as escoriações que teve no corpo após a briga.
O vídeo já tem mais de 550 mil visualizações no YouTube e, segundo a mulher, este é um ótimo passo para que haja alguma punição ao agressor. Pouco depois, ela ainda divulgou outra gravação, com pouco mais de dois minutos, na qual a mãe dela, que vai à loja para ajudá-la, também sofre com a agressividade do rapaz.
Imagens da mulher sendo agredida (Foto: Reprodução)Imagens da mulher sendo agredida (Foto: Reprodução)
Nesta semana, a jovem publicou no Facebook que “está se recuperando lentamente” e disse esperar que “as coisas sejam resolvidas” em breve. No entanto, apesar destas denúncias, o marido de Yen não foi detido e nem considerado culpado pelas autoridades locais. Ele também recorreu ao Facebook para escrever que é inocente e garantiu que ficou com o corpo bem machucado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo