GDF convoca mais servidores para reforçar transporte urbano

 DFTrans chama 116 analistas e 22 técnicos. Eles serão responsáveis, especialmente, por executar o Plano Diretor de Transporte Urbano do Distrito Federal e Entorno (PDTU)

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, nomeou hoje 116 analistas (planejamento e operação, administrador, arquivista, direito e legislação, contador e economista) e 22 técnicos (agente administrativo e contabilidade) para a autarquia Transporte Urbano do DF (DFTrans). O reforço no quadro de pessoal tem como objetivo, em especial, colocar em prática o Plano Diretor de Transporte Urbano do Distrito Federal e Entorno (PDTU). A convocação foi publicada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial do DF (DODF).

O plano detalha ações e medidas para melhorar o deslocamento da população nas áreas urbanas. Entre elas, a articulação de vários tipos de meios de transporte, como os ônibus de menor e maior capacidade e o metrô, a implantação de eixos de transportes, a integração operacional e tarifária, além da construção e reforma de terminais, estações e pontos de partida.  “O sistema de transporte do DF é  uma das maiores lutas desse governo para dar à população uma vida mais digna”, afirma o governador Agnelo Queiroz.

Segundo o diretor-geral do DFTrans, Marco Antonio Campanella, os analistas convocados serão responsáveis por planejar o funcionamento do sistema de transporte por meio de uma programação operacional e de análise de dados. “Em um momento de reestruturação do transporte coletivo, os novos servidores reforçarão as áreas de gestão, planejamento e fiscalização do órgão”, diz.

Marco – Concebido pelo GDF no ano passado e aprovado por unanimidade pela Câmara Legislativa, também em 2011, o PDTU é um marco no sistema de transporte do DF. Por 36 anos, a capital federal ficou sem um plano que definisse as condições apropriadas para a circulação de pedestres, de motoristas e de ciclistas.

Além de encerrar o ciclo de descaso com o setor, o PDTU garantiu ao Distrito Federal estar entre os contemplados no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a mobilidade urbana nas grandes cidades, lançado em abril deste ano. A verba de R$ 2, 2 bilhões será destinada à conclusão do sistema de transporte do Eixo Sul (que liga Gama e Santa Maria ao Plano Piloto, por meio do Expresso DF), Eixo Oeste (que liga a EPTG ao centro de Taguatinga; a Comercial Norte à Avenida Hélio Prates; e o SIA ao Terminal da Asa Sul e à Rodoviária do Plano Piloto), além da expansão e modernização do metrô.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo