Defesa Civil retira 319 t de lixo de casa de acumuladores compulsivos no DF


Volume corresponde ao que foi retirado nos oito primeiros meses de 2012.
Apenas em uma casa em Samambaia, órgão retirou quase 70 t de resíduos


A pessoa cria um vínculo afetivo com o lixo e por isso tirar os resíduos não é um processo tão simples"
Sérgio Bezerra, subsecretário de Defesa Civil do DF
Nos oito primeiros meses desse ano, a Defesa Civil do Distrito Federal retirou 319 toneladas de resíduos de residências de pessoas com compulsão por acumular lixo. As operações foram feitas em oito casas de Samambaia, Santa Maria, Gama, Candangolândia e no Recanto das Emas. Apenas em um imóvel em Samambaia, a Defesa Civil retirou quase 70 toneladas de lixo.
“Esse é um problema de saúde mental, não é uma coisa que ocorre de um dia para o outro. Em geral, a pessoa começou a fazer tratamento psicológico e parou. A pessoa cria um vínculo afetivo com o lixo e por isso tirar os resíduos não é um processo tão simples”, explica o subsecretário de Defesa Civil, Sérgio Bezerra.
O órgão chegou até os acumuladores compulsivos após denúncias de vizinhos, incomodados com o mal cheiro e com a proliferação de insetos e ratos. A primeira operação de retirada de lixo ocorreu em Samambaia, após um princípio de incêndio.
“Ele acumulava muita madeira e o material acabou pegando fogo. Os bombeiros foram acionados e acharam estranho a quantidade de lixo, então chamaram a Defesa Civil”, diz Bezerra.
De acordo com o subsecretário, o tempo médio para convencer os acumuladores a se desfazer do lixo guardado é de um mês. Em apenas um dos casos atendidos pela Defesa Civil uma moradora de Samambaia se recusou a permitir a entrada dos agentes em sua casa.
“A gente não pode violar a residência de ninguém. Então, nesse caso, o filho intercedeu e colocou todo o lixo acumulado pela mãe do lado de fora da casa, para que o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) pudesse recolher.”
Entre os casos atendidos pela Defesa Civil, houve o de um morador de Samambaia que acumulava apenas bicicletas. Após a intervenção do órgão, ele aceitou doar o material para um ferro-velho.
O trabalho de retirada do lixo é feito em parceria com a Vigilância Sanitária, a Vigilância Ambiental, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e as administrações regionais. Além disso, os acumuladores são encaminhados para tratamento psicológico nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras). O telefone da Defesa Civil é 3355-8199.
Operação da Defesa Civil para recolher lixo acumulado por pessoa com compulsão (Foto: Defesa Civil / Divulgação)Funcionários do GDF recolhem lixo acumulado por pessoa com compulsão em Samambaia (Foto: Defesa Civil / Divulgação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo