Setor de venda de carros confiam na prorrogação da redução do IPI


 Orientação do governo é aquecer o mercado de trabalho.Prazo do IPI está marcado para o próximo dia 31 econcessionários esperam corrida às lojas 

 O setor de venda de carros está confiante de que o prazo de venda de carro com IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) reduzido, agendado para acabar neste 31 de agosto, será estendido. Essa crença se baseia na política econômica da presidente Dilma Rousseff, de aquecimento do mercado de trabalho.“A Fenabrav (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores) trabalha no sentido de o governo manter a redução de IPI, pois a ordem é manter o mercado de trabalho estável e estimular novas contratações”, observa o vice-presidente do Sindicado dos Concessinários e Distribuidores de Veículos do Distrito Federal (Sincodiv-DF), 

Hélio Aveiro.O fato é que a notícia do encerramento da redução do IPI, marcado para 31 de agosto, deverá gerar corrida às lojas com movimento até 30% maior e fila de espera para alguns modelos.Para o caso de o governo não prorrogar a redução do IPI, o Instituto Brasileiro de Vendas (IBVendas) fez uma análise de como é possível manter o mercado de venda de carros aquecido. O Instituto aconselha os comerciantes, a partir de setembro, a adotarem novas medidas para manter o consumo em alta, como estimular vendas de maior valor agregado.A redução do IPI, adotada pelo Ministério da Fazenda, contribuiu positivamente com o aquecimento da economia, como era esperado. 

Em julho, por exemplo, dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), apontaram crescimento de 18,9% em comparação ao mesmo mês em 2011.

Tabela do IPI 


Carros com até mil cilindradas tem IPI zero (voltará para 7%)

Até 2 mil cilindradas flex – 5,5% (voltará para 11%)

Até 2 mil cilindradas gasolina – 6,5% (voltará para 13%)

Até 2 mil cilindradas utilitários – 1% (voltará para 4%)Importados até mil cilindradas – 30% (voltará para 37%)

Importados até 2 mil cilindradas flex – 35,5% (voltará para 41%)

Importados até 2 mil cilindradas gasolina – 36,5% (voltará para 43%)

Importados até 2 mil cilindradas utilitários – 31% (voltará para 34%)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo