Paratletas do DF chegam a Londres

Eles passaram nove dias em Manchester, cidade do
 noroeste da Inglaterra, em trabalho de adaptação e treinos

Os 15 aletas brasilienses que integram a delegação brasileira nos Jogos Paralímpicos de Londres chegaram, nesta quinta-feira (23), na capital inglesa. Com o fim da preparação realizada em Manchester, desde o dia 14 de agosto, os esportistas desembarcaram em Londres prontos para competir.

“Manchester tem estruturas de altíssima qualidade. Ter vindo com antecedência ao país que sediará os Jogos Paralímpicos foi importante não só para reforçar e finalizar o treinamento dos atletas como também para que eles se adaptassem ao fuso, novo clima e alimentação, com tranquilidade”, explicou o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons.

Os jogos serão realizados dos dias 29 de agosto a 9 de setembro e reunirão mais de 5 mil representantes de 150 países. A delegação brasileira conta com 182 paratletas.

A estrutura de treino foi oferecida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, por meio de parceria com o Ministério do Esporte, via Sistema de Convênios do Governo Federal (Siconv).

O presidente do comitê lembrou que, em Pequim, em 2008, apenas as seleções brasileiras de atletismo e natação, que ficaram em Macau (China), passaram pela aclimatação. “Desta vez conseguimos que todas tivessem esse privilégio”, reforçou Andrew Parsons.

Ainda de acordo com Parsons, a expectativa é de que o Brasil supere o desempenho conquistado em Pequim, quando a delegação brasileira ficou em nono lugar no quadro geral de medalhas. “Os atletas do DF estão entre os melhores do país e do mundo. Esperamos que façam seu melhor e conquistem bons resultados”, disse.

Apoio – Antes de partirem para Manchester, os atletas foram recebidos pelo governador Agnelo Queiroz, no Palácio do Buriti. Ele desejou sorte aos esportistas e destacou projetos de incentivo às pessoas com deficiência em andamento no GDF.

“Estamos implantando treinamento para garantir o acesso das pessoas com deficiência aos nossos centros olímpicos. Já temos 48 atletas que treinam nessas estruturas competindo”, afirmou o governador.

Segundo o presidente do comitê, o incentivo do GDF é fundamental para o desenvolvimento dos esportistas. “O governo Agnelo trata da mesma forma todos os atletas, sem qualquer distinção. É uma política equilibrada que contempla aqueles que se dedicam a alguma modalidade”, avaliou.

Andrew Parsons lembrou o empenho de Agnelo Queiroz em promover o esporte no país. Ele citou como exemplo a lei nº 10.264/2001 – chamada Lei Agnelo/Piva devido ao nome de dois de seus autores, o senador Pedro Piva e o então deputado federal Agnelo Queiroz –, que destina 2% da arrecadação bruta das loterias da Caixa Econômica Federal para o esporte.

Desse total, 15% vão para o Comitê Paralímpico Brasileiro e 85% para o Comitê Olímpico Brasileiro (COB). O percentual é abatido do prêmio do ganhador.

Atletas
Modalidades
Antônio Delfino de Souza
Atletismo
Ariosvaldo Fernandes da Silva
Atletismo
Edson Cavalcante Pinheiro
Atletismo
Emicarlo Elias de Souza
Atletismo
Shirlene Santos Coelho
Atletismo
João Alberto Schwindt Filho
Ciclismo
Leandro Moreno da Silva
Goalball
Leomon Moreno da Silva
Goalball
Davi Salazar Pessoa Mesquita
Hipismo
Marcos Fernandes Alves
Hipismo
Sérgio Fróes Ribeiro de Oliva
Hipismo
Iranildo Conceição Espíndola
Tênis de mesa
Ronaldo Pinheiro Machado de Souza
Tênis de mesa
Carlos Alberto Chaves dos Santos
Tênis em Cadeira de Rodas
Natalia Mayara Azevedo da Costa
Tênis em Cadeira de 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo