GOVERNO DE GOIÁS RETOMA OBRAS DO PROGRAMA RODO VIDA

Por: carlos mossoro

Depois de alguns meses paralisadas, devido ao período chuvoso, o governo do Estado, por meio da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), retomou, na tarde de hoje, as obras de reconstrução de rodovias, construção de novas estradas e revitalização de vias urbanas em 132 municípios.  Pelo programa RodoVida Reconstrução, serão retomadas obras de 42 trechos do grupo 1, de 2.081 quilômetros, dos quais 526 foram reconstruídos no ano passado. A previsão da Agetop é concluir esses trechos até julho, com investimentos de R$ 386 milhões. Os recursos são do Fundo de Transportes, criado no ano passado.


Do programa Rodovida Construção constam nove trechos a serem retomados, um a ser iniciado e dois que já estão em andamento, com extensão de 384,9 quilômetros com recursos do Tesouro Estadual e do BNDES, no valor de R$ 96 milhões. O programa RodoVida Urbano pretende revitalizar 13,3 milhões de metros quadrados de ruas e avenidas  em 132 municípios, com investimentos de R$ 386 milhões do Fundo de Transportes. Durante solenidade, na sede da Agetop, o governo do Estado entregou ao Comando do Policiamento Rodoviário 25 motos que devem ser utilizadas para fiscalização e orientação do tráfego nas rodovias estaduais.


A solenidade de retomada das obras, realizada na sede da Agetop, foi presidida pelo governador Marconi Perillo. Antes de falar sobre as rodovias, ele iniciou discurso trazendo a informação de que o governo decidiu, na última sexta-feira, deixar de lado as Parcerias Público Privadas (PPPs) na construção dos hospitais Hugo 2, na região Noroeste, e o Hospital da Mulher. Segundo ele, a própria Agetop será responsável pelas obras. A medida é para conter gastos. “Vamos realizar essas obras por meio de licitações diretas pela Agetop, porque nós concluímos que ficaria mais barato do que fazer por uma PPP, pois o orçamento desses hospitais estava acima do que imaginávamos. Vamos conseguir reduzir de R$ 150 para R$ 50 milhões a construção do Hugo 2, e já estamos finalizando o projeto e vamos fazer a licitação, esperando ter essa licitação concluída em até 90 dias”, disse.


Marconi assegurou que o Fundo de Transportes já tem hoje em caixa R$ 200 milhões para investimentos nas obras dos programas vinculados ao RodoVida. Além das obras anunciadas, disse que este ano a Agetop começa a construção da rodovia que ligará Inhumas a Goiás, que será duplicada com recursos do Tesouro Estadual.  “Mas estamos buscando recursos para as outras duplicações também, por meio de empréstimos ou do próprio governo do Estado”, garantiu.


Marconi disse que a licitação do RodoVida manutenção e conserva, que aprimorou o Terceira Via, criado em seu primeiro governo, está em fase de finalização.  “Com esse programa, vamos dividir as rodovias pavimentadas das não pavimentadas. Serão 23 mil quilômetros de rodovias pavimentadas e não pavimentadas. Nessa modelagem, vamos incluir pontes e bueiros de todo o Estado que, quando sofrerem algum tipo de avaria, poderão ser imediatamente recuperados, reconstruídos, porque isso vai estar no contrato. Nos próximos dias poderemos abrir os envelopes e descobrirmos quais serão as empresas encarregadas pela manutenção e conserva permanente”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo