MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PEDE DEMISSÃO DE BANDARRA E GUERNER

Eles são acusados de crimes como extorsão e formação de quadrilha. Ex-procurador de Justiça do DF e promotora sempre negaram acusações.

O Ministério Público Federal no Distrito Federal ajuizou ação civil pública pedindo a demissão do ex-procurador-geral de Justiça do DF Leonardo Bandarra e da promotora Déborah Guerner. A medida também solicita o imediato afastamento de ambos do MP e a suspensão do pagamento de salários.



A advogada de Bandarra, Gabriela Bemfica, disse que a defesa não tinha ciência da ação e que ainda não foi oficialmente comunicada. "Nós temos um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal justamente para suspender o efeito dessas ações até o julgamento da matéria no Supremo", informou.
O G1 também procurou o advogado de Déborah, que não deu retorno até a publicação desta reportagem.


Segundo o MPF, a ação foi ajuizada para dar cumprimento à decisão tomada pelo Conselho Nacional do Ministério Público no final de 2011, após processo administrativo disciplinar que condenou os dois à perda dos cargos. A legislação em vigor determina que os membros vitalícios do Ministério Público da União só poderão ser demitidos por decisão judicial transitada em julgado

Em outubro de 2010, Déborah e Bandarra foram denunciados pelo Ministério Público por crimes de extorsão, quebra de sigilo funcional, concussão (exigir dinheiro ou vantagem em razão da função que ocupa) e formação de quadrilha dentro do suposto esquema envolvendo integrantes do governo do DF e do Poder Legislativo que ficou conhecido como mensalão do DEM.
Segundo denúncias do delator do suposto esquema, Durval Barbosa, os dois acusados teriam cobrado R$ 2 milhões do ex-governador do DF José Roberto Arruda para não divulgarem o vídeo em que ele aparece recebendo dinheiro. O ex-procurador-geral do Ministério Público do DF e a promotora negam as acusações.

Fonte: G1 - DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo