Brasília rumo à Universíade 2017

Comitê que decide a cidade-sede do terceiro maior evento esportivo do mundo chega amanhã para inspeção
Com informações da Secretaria de Esportes

Amanhã (03/11), três representantes da Federação Internacional de Esportes Universitários (FISU) desembarcam em Brasília para uma vistoria técnica. A visita de quatro dias é a última etapa do processo de candidatura da Capital Federal para a Universíade de Verão, em 2017. Um polonês, um japonês e um belga conhecerão todos os pontos mencionados no dossiê de candidatura apresentado à Federação – instalações esportivas da cidade, setor hoteleiro, aeroporto e restaurantes, além da Universidade de Brasília. Se a cidade ganhar a candidatura, irá receber o terceiro maior evento esportivo do planeta, atrás somente da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos.
  
“A Universíade é um evento enorme, que reúne cerca 10 mil esportistas. Para se ter ideia da importância, nas últimas edições, participaram vários atletas que eram ou se tornariam campeões olímpicos”, destaca o governador Agnelo Queiroz. “Estamos confiantes que Brasília será escolhida como cidade-sede. Nossa capital tem toda a estrutura necessária para receber esses jogos, assim como os demais eventos esportivos que passarão pela cidade, como a Copa das Confederações, a Copa do Mundo, a Copa América e as partidas de futebol das Olimpíadas de 2016”, completa.

 GDF começa a regularizar condomínios
No último dia 30 de setembro, o comitê de candidatura, representado pelo secretário de Esporte, Célio René, entregou em Bruxelas, sede da FISU, os documentos que apresentavam Brasília e afirmavam que a cidade é apta a receber megaeventos esportivos. A visita dos membros da FISU vai confirmar as informações do dossiê e será o marco final para a decisão definitiva, que sai no próximo dia 29 de novembro.
 
A Capital Federal é forte candidata para sediar os jogos universitários mundiais e concorre com a cidade de Taipei, em Taiwan, que foi já inspecionada pela FISU nos dias 17 a 20 de outubro. A Turquia também concorria, mas desistiu na última hora. A cidade-sede da Universíade é escolhida com seis anos de antecedência e a comissão que vota é formada por 28 membros de diferentes nacionalidades, sendo 23 membros do Comitê Executivo da FISU e cinco presidentes de cada associação esportiva continental.
 
A visita
De 03 a 06 deste mês, o Comitê de Vistoria da FISU conhecerá os principais pontos que Brasília oferecerá ao evento. Além de sobrevoo de helicóptero, a FISU fará visitas ao Centro de Convenções, Parque da Cidade e Lago Paranoá. O Pontão do Lago é candidato à realização de provas de triatlo e maratona aquática. A Esplanada dos Ministérios é um ponto para vôlei de areia e futebol de areia. Piscinas da Secretaria de Esporte, ginásio Nilson Nelson e Estádio Nacional também estão na programação.
 
O comitê participa ainda de painéis com apresentações, perguntas e respostas sobre a cidade, explicações sobre temas como acomodações, alimentação e organização de eventos esportivos. Além disso, eles pretendem conhecer a rede hoteleira da cidade, restaurantes e clubes.
 
Legado
“Além de aproveitar todas as instalações que Brasília construirá para os megaeventos esportivos (Copa das Confederações, Copa do Mundo, Copa América e Olimpíadas), a Universíade vai despertar também a discussão para o esporte escolar no Brasil, que há muito anda esquecido. E esse é um dos nossos principais objetivos: trazer à tona nosso desporto estudantil”, afirma o secretário de Esporte, Célio René.
 
O Centro Olímpico da Universidade de Brasília (UnB) também sairá ganhando com a Universíade. O projeto de revitalização já está pronto e a universidade acredita que os Jogos impulsionarão as obras. “Essa revitalização não beneficiará só os alunos da UnB, e sim toda a comunidade do Distrito Federal. Por sermos um espaço público, toda a população poderá usufruir das novas instalações com o direito da gratuidade e esse será o maior legado da Universíade”, diz o chefe do Centro Olímpico, André Reis.
 
Segundo a Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), a Universíade é o segundo maior evento multiesportivo do mundo e em qualidade técnica e nível dos atletas é bem maior que eventos como os Jogos Pan-americanos. Na última edição, realizada em agosto deste ano, em Shenzhen, na China, participaram 11 mil atletas de 158 países. Só a abertura dos Jogos atraiu um público de 75 mil pessoas (no Pan chegou a 48 mil). O evento foi transmitido ao vivo para 100 países e teve a cobertura de 18 mil jornalistas. Ao todo, mais de 150 mil pessoas passaram por Shenzhen durante a Universíade de Verão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
imagem-logo
© Guerreiros do Asfalto DF - 2012 - Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo